Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

O que podemos ensinar e aprender nas festas de fim de ano?

Imagem
O Natal está aí. Alguns programando as férias, outros correndo atrás dos preparativos da ceia...outros tendo que explicar o porquê que não comemoram a data. Não importa qual o ” time” que você pertence. O fato é que sempre podemos aprender e ensinar algo também nesta data. Se você é da turma que comemora o Natal e  recebe familiares em casa. Gosta de cozinhar e deixar a casa arrumadinha para as visitas, você pode ensinar ao seu filho a colaboração. Ajudar a colocar a mesa, a arrumar a árvore, presentes e enfeites. Produzir a decoração. Você também pode ensinar o que é tradição. Ensinar uma receita de família, a oração que vocês fazem antes da ceia. A história de Jesus. Pode ensinar a empatia, mostrado às crianças as diferentes necessidades que encontramos ao receber os  idosos e crianças. Um precisa de auxílio para subir uma escada, um sofá mais alto e confortável para sentar. O outro necessita de mais lugar para correr e brincadeiras para divertir-se.



Nesta época também você pode ensin…

As férias

Imagem
Momento sonhado pelas crianças e assustador para pais, as férias finalmente chegaram! O que fazer com a criançada com a corda a toda dentro de casa? Sabemos que isto é um desafio, pois os pais tem que continuar trabalhando dentro ou fora de casa neste período, e , em período de crise, não sobra muito dinheiro para viajar ou levar as crianças para passear e distrair-se.             Devido a violência das cidades não há a possibilidade de brincar na rua. Clubes públicos são praticamente inexistentes, sem contar no risco de acidentes aos que as crianças estão expostas neste período. Então, o que podemos fazer? Deixá-las o dia inteiro com acesso a games e computadores? Não. Há quase que infinitas possibilidades de brincadeiras que são baratas, podem ser feitas em casa, e divertem a criançada por horas.
            Algumas dicas:

Cidade de palitos e papelão:




Material: Canetinha, Caixa de papelão, rolo de papel higiênico ou papel toalha, caixa de remédio ou de fósforo...  fita adesiva, palito de…

Meu filho bombou, e agora?

Imagem
Esta é uma das piores notícias que os pais podem receber ao fim do ano escolar. Mas e agora, o que faço? Alguns pais brigarão, outros infelizmente baterão e há aqueles que os deixarão de castigo. Mas será que tudo isso vai resolver o problema, e fazer, magicamente o tempo voltar atrás ou estas serão alguma maneira de trabalhar com o sentimento de raiva e frustração dos próprios pais? Realmente, muitas vezes dá vontade de fazer tudo isso, mas que tal parar, respirar fundo e tentar entender, junto com o seu filho que parte “pecamos” no caminho? Pecamos no plural mesmo, pois  filhos e pais muitas vezes tem sua cota de responsabilidade no processo.

Que tal nos perguntarmos: Eu, aluno, estudei a matéria dada no dia,dediquei tempo suficiente a minha necessidade de estudos, fiz minhas tarefas com atenção, tirei minhas dúvidas ou contei aos meus pais que eu estava com dificuldade de aprender a matéria? Eu, pai ou mãe, fui nas reuniões que a escola agendou, acompanhei as notas de meu filho, atentei…

O adolescente e a sexualidade! Você conversa sobre SEXO com seu filho?

Imagem
Hoje é o dia mundial de luta contra a AIDS. Os índices indicam que a  população mais jovem, de 15 a 30 anos, que não tiveram tanto contato com os horrores da doença, tem sido a população que mais tem se infectado com a doença. Outras moléstias sexualmente transmissíveis como a gonorréia, a sífilis, além da gravidez na adolescência tem aumentado muito nesta população também. Com estes números pensamos... Mas como isto está ocorrendo? Hoje os jovens tem a informação onde querem, qualquer um tem internet na escola ou no celular. A maioria dos programas de TV tem alguma cena ou fala que nos remete ao sexo. A escola fala sobre sexualidade... Onde há a falha? Uma das dicas a ciência nos dá. O lobo frontal (parte do cérebro que fica perto da testa) é o que mais demora a amadurecer. Acredita-se que ele estará pronto aos 21 anos de idade. É ele o responsável pelo planejamento das ações, por avaliar o resultado do que se fez... E, se ele ainda não está maduro, “erros” nesta avaliação podem aconte…